ISABEL DO CARMO

Médica Especialista em Endocrinologia, Diabetes e Nutrição

Professora Isabel do Carmo   Licenciada e doutorada pela Facudade de Medicina de Lisboa. Professora da Faculdade de Medicina de Lisboa.

Informações e conselhos

Alguns alimentos

  • Chocolate em barra (40 g +/- 8 quadradinhos) - 203 Kcal
  • Caramelo (1) - 19 Kcal
  • Chocolate com amêndoas (+/- quadradinhos) - 83 Kcal
  • Cacau (colher de sobremesa) - 36 Kcal
  • Pastilha sem açúcar - 4 Kcal
  • 1 fatia de pão (25 g) - 65 Kcal

Mitos avulso...

  • «As bolachas de água e sal não engordam.»
  • «A fruta não engorda.»
  • «O que é natural não engorda.»
  • «Os sumos naturais não engordam.»
  • «Transpirar faz perder peso.»

É tudo falso.


Aqueles frutos secos...

Amêndoas
10 unidades - 93 Kcal

Avelãs
10 unidades - 101 Kcal

Amendoins
15 unidades - 95 Kcal

Nozes
4 unidades - 99 Kcal

Pistácios
15 unidades - 50 Kcal

Castanhas
4 unidades - 60 Kcal

«Não almocei; comi qualquer coisa...»

Pizza de queijo e tomate (300 g) - 702 Kcal

Cachorro de salsicha com ketchup - 318 Kcal

1 cerveja - 135 Kcal

1 copo de coca-cola - 78 Kcal

1 sumo de laranja natural - 76 Kcal

1 fatia de pão (25 g) - 65 Kcal


Para controlar a quantidade à refeição

  • Pousar o talher entre cada vez que se leva comida à boca.
  • Mastigar completamente antes de engolir.
  • Preparar só uma porção de alimentos de cada vez.
  • Deixar alguma comida no prato.
  • Fazer uma pausa no meio da refeição.
  • Não fazer outras coisas durante a refeição (ler, ver televisão).
  • Usar pratos de sobremesa.

Pode ir jantar fora e não ganhar peso

  • Não toque nos aperitivos.
  • Não coma fritos.
  • Peça acompanhamentos de vegetais, para além dos farináceos.
  • Rejeite os molhos.
  • Beba água.
  • Como sobremesa coma fruta.
  • Se no final for dançar ou andar a pé, ainda é melhor.

Regime muito restritivo

O regime nunca deve ser muito restritivo. A grande restrição calórica conduz a duas consequências más. Por um lado leva rapidamente ao ciclo restrição/ingestão compulsiva. Por outro, leva ao consumo de tecidos nobres (como os músculos) pelo próprio organismo, numa reacção de defesa, no sentido de produzir a energia que lhe está a faltar. De um modo geral, não se deve ingerir menos de 1200 quilocalorias por dia.


Energia queimada por hora

  • Sentado à secretária - 0 a 50 Kcalorias
  • Tocar piano - 50 Kcalorias
  • Pingue-pongue - 60 Kcalorias
  • Marcha lenta - 180 Kcalorias
  • Marcha rápida - 300 Kcalorias
  • Dança - 400 Kcalorias
  • Musculação - 450 Kcalorias
  • Natação - 480 Kcalorias
  • Jogging - 540 Kcalorias
  • Ténis - 600 Kcalorias
  • Futebol - 700 Kcalorias
  • Squash - 900 Kcalorias
  • Corrida a 15 Km/h - 1000 Kcalorias